McGraw-Hill investe em rede social de aprendizagem de línguas — e mais

16/07/2015

Acordo envolve distribuição exclusiva do Busuu para os clientes da McGraw-Hill

Parece que aprender línguas online está na crista da onda. Há dezenas de apps, entre os quais se destacam alguns como o Livemocha, que foi adquirido pela Rosetta Stone, e o Duolingo, provavelmente o mais bem sucedido de todos, que está incorporado aos aplicativos do Google Chrome. Há até uma rede social voltada a isso. Chama-se Busuu e acaba de receber US$ 6,7 milhões da McGraw-Hill Educational. Mas o negócio não envolve apenas dinheiro. A McGraw-Hill agora terá direitos de distribuição exclusivos do Busuu para seus clientes B2B, incluindo escolas, instituições privadas de línguas e corporações. Em contrapartida, Busuu terá acesso à tecnologia de aprendizagem adaptativa em que a McGraw-Hill investiu cerca de 100 milhões de dólares e que se acredita ser a próxima onda em aprendizagem online. Fonte: TechCrunch

Especialista em marketing estratégico aconselha a identificar métricas que realmente contam

A Internet das Coisas vai coletar e transmitir uma quantidade sem paralelo de dados. Mas isso não tem apenas um lado positivo. As empresas podem terminar literalmente afogadas de informações com as quais não sabe o que fazer. Mais do que nunca, portanto, afirma Linda J. Popky, fundadora da Leverage2Market Associates e autora do livro Marketing Above the Noise: Achieve Strategic Advantage with Marketing that Matters, as empresas precisam saber medir corretamente as coisas certas. Segundo ela, muitos executivos confiam em métricas que parecem boas em um relatório mas na realidade não afetam as metas das organizações. Há três regras básicas, afirma Popky, ao escolher as métricas corretas para medir o sucesso do marketing – e elas são aplicáveis em todas as organizações, independentemente da indústria, tamanho ou maturidade: métricas devem ser fáceis de entender e usar, métricas devem ser fácilmente replicadas e métricas deveria fornecer informação útil e acionável, que impacte o negócio. Uma coisa é certa: o número de “likes” no Facebook não se encaixa nessas regras. Fonte: Harvard Business Review

Pesquisa: América Latina é mercado publicitário que cresce mais rápido no mundo

A América Latina deve encabeçar a lista de crescimento entre os mercados publicitários este ano, de acordo com pesquisa de junho de 2015, realizada pela Magna Global. A consultoria prevê que os investimentos publicitários na região aumentarão 9,9% em 2015, ligeiramente abaixo da taxa de 2014, 11,3%. Embora a taxa de crescimento seja significativamente do que Asia/Pacífico, 6.3%, e Oriente Médio/África, 5,4%, a região ainda ficará bem atrás das outras quando se observa a divisão global dos valores investidos. De acordo com a Magna Global, a América Latina foi responsável por 7% do total investido em publicidade no mundo, no ano passado. America do Norte e Asia/Pacífico lideram a categoria, com fatias de 36% e 30¨% respectivamente. Fonte: eMarketer

E não deixe de reservar seu lugar (ou o lugar de sua equipe) no curso mais disputado do mercado:ABEMD-Emkt-Professores_01

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: