Seguindo passos da Amazon, Ryanair pretende voar mais alto — e mais

13/07/2015

Compra em um clique, recomendações baseadas em compras passadas e formulários fáceis de preencher – mas a empresa está também melhorando qualidade, confiabilidade e presença nos principais aeroportos

Depois de décadas trabalhando em uma abordagem tipo “low-cost, low-service”, a companhia aérea irlandesa Ryanair está se reposicionando em busca de atingir o coração de uma nova geração de passageiros. A receita veio da Amazon e sua compras em um clique, recomendações baseadas em compras passadas e informações pessoais auto-completadas. Tudo disponível via smartphone. A empresa dobrou o tamanho de sua equipe de tecnologia digital em seis meses para realizar o projeto “Ryanair Labs” e está estruturando os dados dos clientes antes de lançar o novo website em outubro. Segundo seu CEO, Michael O’Leary, o objetivo é conseguir 120 milhões de passageiros – um aumento de 30% – até 2019. Esse tour de force digital segue-se a um reposicionamento da marca que levou 18 meses e buscou torná-la mais atraente para família, para pessoas da classe média e viajantes de negócios, enfatizando qualidade, confiabilidade e presença nos maiores aeroportos, ao mesmo tempo em que permanecia na liderança em termos de preço – o exemplo neste caso veio da varejista de descontos alemã Aldi. Fonte: Bloomberg

Websites de pequenas empresas precisam ter um blog. Veja por que

Antigamente, as pessoas pensavam em websites e blogs como duas coisas diferentes. Um blog, no entanto, é uma das mais efetivas estratégias do “inbound marketing”, metodologia para atrair visitantes para o site e convertê-los em clientes fiéis. Não há mais dúvidas de que ter um blog para sua empresa, independentemente do seu tamanho, é importante para gerar tráfego, reputação – e receitas! E a custos bem inferiores aos métodos tradicionais. Segundo o especialista Rahul Astik, fundador da SearchMantra, há cinco razões fundamentais para uma pequena empresa ter um blog em seu website: aumentar o tráfego orgânico no site (e por consequência otimizar as buscas), gerar leads e vendas (basicamente, o blog é uma plataforma aberta que dá acesso a todos que querem saber mais dos seus produtos e serviços), desenvolver relacionamentos com clientes atuais e potenciais (e as interações lhe darão insights para aperfeiçoar seu modelo de negócio), criar oportunidades de compartilhamento em redes sociais (conteúdo relevante gerará credibilidade para seu negócio) e diminuir seus custos de marketing (pode substituir inteligentemente anúncios e outros modelos pagos). Fonte: LinkedIn/Pulse

Usuários do Facebook terão mais controle sobre conteúdos que recebem

Sabe aquela história de não ter controle sobre o que aparece na sua página principal do Facebook? Culpa do algoritmo da rede, claro, que misteriosamente analisa milhares de informações e despeja lá o que acha que você gostaria de ver baseado nos tipos de posts que você curtiu no passado e com quem você interage ou ignora. E mesmo assim… Mas isso vai mudar: na quinta, 9/7, o Facebook anunciou um conjunto de recursos que vai nos dar mais controle sobre o que queremos ver. Em outras palavras, nós mesmos poderemos reprogramar o algoritmo para determinar o que queremos ver – e o que não queremos! Uma das novidades será uma lista de pessoas que resolvemos “unfollow” para termos a chance de voltar a segui-los, caso desejemos. Fonte: The New York Times/Bits

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: