Construindo fidelidades permanentes: o segredo das empresas “evergreen”

11/05/2015

Rene Rechtman, presidente, Maker Studios. Veja abaixo como essa rede da Dinsey está usando dados em suas decisões

As empresas exuberantes e saudáveis todo o tempo, destinadas a durar, são aquelas que criam fortes relacionamentos com seus clientes, alerta especialista

Segundo o especialista em fidelização e retenção de clientes Noah Fleming, é difícil ignorar a atração de um novo objeto brilhante, a emoção da caçada – e a satisfação de conseguir um novo cliente. Mas, em seu novo livro “Evergreen: Cultivando a lealdade do cliente duradoura que mantém o seu negócio prosperar,” Fleming lembra que são os clientes atuais que compõem os centros de lucro – e eles precisam ser tratados como tal. O livro mostra como uma empresa pode tornar-se “evergreen” – exuberante e saudável durante todo o ano, independentemente da ambiente competitivo ou a natureza de suas indústrias, graças basicamente aos relacionamentos fortes com seus clientes. As empresas “evergreen” parecem ser capazes de gerar fidelização de clientes – e, portanto, aumentar seus lucros – sem esforço, enquanto outras parecem estar constantemente largando clientes atuais como se fossem folhas mortas enquanto lutam para encontrar novos cliente. Esse esforço de construção é resumido nos Três C: Caráter –definir de uma mentalidade corporativa que articula por que a empresa faz o que faz e como comunicar seus valores de forma mais efetiva para seus consumidores; Comunidade – reconhecer a necessidade universal de conexão e criar estruturas que permitam que as comunidades se formarem tenham vantagens concretas; e Conteúdo – entender que é mais que informação, é o coração do seu negócio, é aquilo que os consumidores recebem em troca de seu dinheiro. Fonte: Colloquy

Rede da Disney usa dados em todas as suas decisões, afirma executivo

O Maker Studios, rede multicanal de propriedade da Disney, apresentou suas programações no evento NewsFront, em Nova York, no último dia 28 de abril. Dois pontos chamaram a atenção: o aumento da sinergia com as demais propriedades Disney e o fato da rede contar que se baseia integralmente em dados para todas as decisões sobre a aquisição de talentos, criação de conteúdo e de tempo, e também na promoção dos seus vídeos. Segundo Rene Rechtman, presidente internacional da empresa, a rede planeja evoluir com modelos de distribuição em plataformas além do YouTube, como Facebook e Snapchat, aumentando assim as exibições de vídeo. Fonte: The Hollywood Reporter

Estudo mostra que benefícios da automação de marketing não são automáticas

O último Relatório de benchmarking da B2B Marketing é também o primeiro da revista focado em automação de marketing. O estudo revelou que a grande maioria dos profissionais de marketing B2B ou adotou uma solução de automação (43%) ou planeja fazer isso nos próximos 12 meses (45%). Os sistemas foram adotados, em geral, para atingir 3 objetivos: gerenciar melhor os leads, fornecer conteúdo mais relevante, aumentar a receita. A experiência dos entrevistados mostrou que os benefícios realmente chegam, mas podem levar algum tempo. Assim, é importante gerenciar cuidadosamente as próprias expectativas e as expectativas dos outros. É importante também escolher o fornecedor com cuidado, pois há dificuldades na implementação. Mas a maior lição é que o esforço vale a pena. Fonte: B2B Marketing

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: