ABEMD anuncia finalistas do Prêmio ABEMD 2015. E outras notícias

04/05/2015

Depois de três dias de julgamento em São Paulo, que aconteceu nos dias 23, 24 e 25 de abril, saíram os finalistas do Prêmio ABEMD 2015 – a premiação referência do Marketing Direto = Marketing Diálogo. Serão premiados os melhores trabalhos nas especialidades de Digital/Mobile; CRM/Database/Loyalty; Call Center/Contact Center e Campanha/Programa. O anúncio do tipo de troféu de cada case premiado (ouro, prata e bronze) será feito durante a festa de entrega do Prêmio ABEMD, que acontecerá dia 02 de junho, no HSBC Brasil, em São Paulo. Conheça os cases finalistas no www.abemd.org.br/premioabemd2015/finalistas.

Varejo americano quer deixar de ser “desconto-dependente”

Nos últimos tempos, tudo o que os varejistas dos EUA fizeram foi inundar os consumidores com descontos e outras ofertas que envolviam cortes de preços, resultando em um mar de mesmice. Mas isso está mudando. Embora as “pechinchas” ainda sejam predominantes,  redes de varejo como Bloomingdale’s e JC Penney estão usando táticas mais originais para atrair compradores. Quer se trate de uma estratégia de curto prazo, como enviar emails precisos, ou uma aposta de longo prazo, como o fornecimento de um serviço ao cliente melhor, os varejistas estão ajustando seus planos de jogo para serem menos focados em apenas cortar os preços. A unidade de Chicago da The North Place, cadeia de shopping centers, por exemplo, está usando realidade virtual – experiências com audio e vídeo 360°. A solução está sendo implantada em Nova York e chegará a San Francisco ainda este mês. Já a Forever 21 resolveu apostar na mentalidade do tipo “compre já”: está lançando coleções com menos peças e fazendo com que os consumidores tenham que correr para suas lojas. Fonte: CNBC

MMA lança diretrizes para nortear publicidade nativa

A Mobile Marketing Association está tentando estabelecer padrões claros para o crescente espaço de publicidade nativa móvel com novas diretrizes sobre formatos de anúncios, na medida em que persiste a incerteza sobre o que exatamente constitui publicidade nativa e qual a sua eficácia. Esse novo conjunto de regras busca reduzir o atrito entre anunciantes, agências e veículos ao planejar, negociar, executar e avaliar as campanhas publicitárias nativas móveis.As orientações seguem as descobertas recentes do MMA que mostram que os anúncios nativos móveis desempenho significativamente melhor do que os anúncios display móveis. O MMA Mobile Native Advertising Committee avaliou e categorizou cada tipo de anúncio nativo móvel no celular para determinas os seus atributos únicos e como eles capitalizar as capacidades distintas do mobile. Os formatos de anúncios nativas identificados pelo MMA incluem in-feed social, conteúdo in-feed, comércio in-feed, dentro de mapas, dentro de jogos, pesquisa paga, widgets de recomendação e anúncios customizados. Fonte: Mobile Marketer

YouTube usa seu alcance maciço para atrair anunciantes

Enquanto a maioria dos seus concorrentes está tentando se vender como destinos de conteúdo original, o YouTube resolveu tomar outra rota e vender aos anunciantes o fato de contar com um impressionante volume de um público jovem e apaixonado. Na apresentação que fez na última quarta-feira, 29/4, durante a Digital Content NewFront, a gigante de vídeo de propriedade do Google levou para o palco estrelas da Internet, que construíram seus sucesso no YT, como Grace Helbig, Justine Ezarik (iJustine) e John Green. Além disso, pela primeira vez, abriu as portas para centenas de fãs de seus criadores de conteúdo, uma jogada inteligente que fez os anunciantes ver e ouvir o entusiasmo do público. A apresentação representou definitivamente uma ruptura com a norma, uma vez que a maioria dos concorrentes utilizam o evento para lançar novidades da programação ou promoções exclusivas. Fonte: Adweek

As cidades estão usando a Internet das Coisas para conectar os usuários móveis

A Internet das Coisas é uma realidade cada vez mais próxima. E um número cada vez maior de cidades americanas estão usando suas soluções para fornecer informações aos seus habitantes. Todos os dias, sensores cujo processo de fabricação é cada vez mais barato são utilizados para a realização de tarefas desde as mais simples como economizar tempo na busca por uma vaga de estacionamento a salvar exploradores perdidos. Boston e Los Angeles, por exemplo, fizeram parcerias de compartilhamento de dados com o aplicativo Waze para entender melhor suas estradas e oferecer aos cidadãos novos serviços para as cidades e para as empresas. Parquímetros inteligentes em San Francisco oferecem aos cidadãos informações sobre estacionamento em tempo real. Um aplicativo de semáforos em Contra Costa County, Califórnia, liga os smartphones dos motoristas à infraestrutura viária. E milhares de marcadores RFID enterrados em todo o país oferecem às agências governamentais novas oportunidades para acompanhar e entender os projetos de que cuidam. Fonte: GovTech

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: