A semana que passou: governo faz acordo com Facebook, Starbucks investe em educação, e mais

12/04/2015

A presidenta Dilma Rousseff anunciou na sexta passada, 10/4, uma parceria com a rede social Facebook para levar a internet a populações pobres ou em áreas isoladas a fim de facilitar o acesso digital a serviços sociais, como educação e saúde. O anúncio foi feito durante a VII Cúpula das Américas, no Panamá, na presença de Mark Zuckerberg. “É muito importante essa parceria que nós, hoje, estamos encaminhando – significa basicamente garantir o acesso a serviços os mais variados via internet”, disse Dilma. A presidenta citou como modelo a ser seguido a parceria que já existe entre o Facebook e a Associação de Moradores de Heliópolis, uma comunidade da zona sul de São Paulo. Os detalhes da parceria serão informados em junho, quando Zuckenberg virá ao Brasil.

A Starbucks decidiu que seus 140 mil funcionários por lá podem fazer uma graduação por quatro anos sem pagar nenhuma taxa. O programa dava bolsas integrais aos funcionários mais experientes, mas agora foi ampliado e inclui todos os empregados da Starbucks (estejam trabalhando em período integral ou não) que forem aceitos pela Universidade do Estado do Arizona poderão pedir a bolsa, que dá direito, a cada semestre, ao reembolso das taxas cobradas pela instituição de ensino. O funcionário poderá escolher entre 49 cursos online e – pode acreditar – não tem a necessidade de ficar na Starbucks após a conclusão do curso.

Outra empresa que anunciou novidades na área da educação foi o LinkedIn. A rede de relacionamentos profissionais anunciou a compra da Lynda.com, por US$ 1,5 bi. A empresa de ensino online foi fundada em 1995 e já era o destino preferencial para quem queria aprender Photoshop, HTML básico, CSS, práticas gerenciais e muitos outros temas através de videos e tutoriais oferecidos por experts e veteranos muito antes que e-learning virasse moda.

O Twitter lançou oficialmente o recurso “retweet with comment” que estava em testes desde meados do ano passado. O recurso permite que usuário incorpore um tuíte aos seus próprios tuítes, o que significa contornar o limite dos 140 caracteres ao escrever seus comentários. “Retweet with comment” está disponível no site e também no aplicativo do iPhone, e logo estará disponívei no app do Android.

Por falar em Twitter, o Instagram anunciou o lançamento do Post Notifications, que informa ao usuário quando as contas que ele listou como favoritas postar uma foto ou um vídeo. Além disso, incluiu duas novas ferramentas criativas: Color — que permite adicionar tons em destaques e sombras — e Fade — que suaviza as cores.

Fonte: Jornal CGN, Exame, TechCrunch, Social Media Examiner, Instagram/blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: