Google usa o Waze para acelerar no mundo do marketing móvel. E outras notícias

27/03/2015

Marcas usam anúncios direcionais para levar clientes às lojas

Dunkin’ Donuts e Panera Bread estão entre as marcas que estão usando o aplicativo para falar com os motoristas

Dois anos atrás, o Google o Waze por mais de US$ 1 bilhão. E agora, finalmente, parece que a aqusição da popular ferramenta de navegação está levando o gigante de buscas algum lugar. Novas pesquisas e acordos de longo prazo com marcas mostram que o Waze está avançando no competitivo e lucrativo mercado de publicidade móvel baseada em localização. Como o usuário do Waze gasta em média pelo menos cinco horas por mês no aplicativo, os anúncios das marcas estão apresentando uma alta taxa de recall. “Os anunciantes passaram a usar a ferramenta em um nível tático e vendo que há uma série de camadas diferentes que podem ser usadas para envolver as pessoas dentro de um ambiente móvel”, disse Jordan Grossman, head of Sales do Waze. Fonte: Adweek

Marriott está conectando Big Data mais Conteúdo para encantar o público jovem

Principal da executiva da rede traz a experiência da Disney para atrair uma nova geração de hóspedes

Hotéis são lugares onde pessoas de todos os tipos e de todos os cantos se encontram. Não é de estranhar, portanto, que tenham sido sempre fontes de grandes histórias. Mas pouca gente sabe aproveitar isso tão bem quanto Karin Timpone, a diretora de marketing global da rede Marriott International. Com passagens vencedoras pelo marketing da Disney e do Yahoo, ela entrou para o Marriott em 2013 com o objetivo decidido de encontrar grandes histórias, embalá-las para os canais sociais e usá-las para atrair uma nova geração de clientes, viajantes mais jovens que gostam de misturar negócios com lazer. O tema da campanha atual diz tudo: “Make Room for a Little Fun”. A estratégia envolveu o uso de Big Data e Content Marketing, esclareceu Timpone. Fonte: Adweek

Zuckerberg anuncia plataforma de apps: “o Facebook agora é uma verdadeira família”

A rede social aposta suas fichas no Messenger e em sua transformação em autêntica plataforma

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, subiu ao palco da F8 Developer, conferência de desenvolvedores, em San Francisco, na quarta, 25/3, para anunciar o lançamento de 47 aplicativos que agora se conectam nativamente com o Messenger, que é o “golden boy” dessa grande família. Tecnicamente falando, o Messenger agora é uma plataforma de fato. Apostando que ela vai se tornar a resposta do mundo ocidental aos gigantes asiáticos, como LINE e WeChat, o Facebook trabalhou com empresas que oferecem formas aprimoradas de auto-expressão: a Ultratext, de GIFs e textos neon que piscam, a Camoji, que cria GIFs usando a câmera do telefone; e dezenas de outros aplicativos que enviam mensagens de várias maneiras. O destaque do Messenger não é pouca coisa, considerando que a empresa adquiriu e construiu grandes plataformas sociais, entre as quais Instagram, WhatsApp e Groups. Fonte: The Verge

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: