Adidas usa o Twitter para marcar gol com fãs de futebol. E outras notícias

10/02/2015

Karim Benzema. Crédito: Cristina Quicler/Getty

Foi mais rápido do que se pensava. O Twitter lançou os Group DMs, mensagens dirigidas a grupos de até 20 pessoas, em 27 de janeiro, e em menos de duas semanas um anunciante já apareceu na área. Na sexta, 6/2, a Adidas começou a recompensar fãs que apoiaram sua campanha #ThereWillBeHaters, oferecendo uma conversa via grupo privado no Twitter com algumas estrelas do futebol, incluindo Karim Benzema, estrela do Real Madrid. A marca vai escolher três fãs que estiveram muito engajados com a campanha no Twitter para um bate-papo de 30 minutos com Benzema. Embora existam formatos alternativos para essas conversas, incluindo textos em grupo e WhatsApp, a Adidas vê o Twitter Group DMs como uma forma de “construir e aprofundar” as relações com os clientes, de acordo com Robert Hughes, diretor global de mídias sociais e relações públicas da Adidas Football. Fonte: Mashable

As grandes marcas de consumo estão cada vez mais envolvidas com digital – mas está mesmo valendo a pena?

Importantes marcas de produtos de consumo, incluindo Unilever, Procter&Gamble e Kraft Foods, estão aumentando seus investimentos em publicidade digital. Nos últimos trimestres, digital foi 20% a 35% dos investimentos em mídia e marketing nessas empresas – acima da média global de 24% das verbas de mídia que agora vão para digital, de acordo com a ZenithOptimedia. Mas o fato é que os resultados de vendas não estão acompanhando esse ritmo. Além disso, determinar o ROI em digital tem sido difícil. Mas os executivos dizem que, mesmo quando uma campanha falha, o marketing digital tem acelerado o processo de aprender com os erros. Fonte: Advertising Age

Pesquisa: mobile wallets enfrentam crise de confiança

Uma pesquisa com 15 mil usuários móveis em 15 países constatou que o nível de confiança é baixo quando se trata de usar dispositivos móveis para fazer compras ou downloads de aplicativos. Eles acham que os sistemas de pagamento não são seguros ou não confiam em determinados serviços ou empresas online. Os usuários móveis também estão preocupados em ter de compartilhar muita informação pessoal ao fazer download de um app. Esta falta de confiança é maior nos EUA: a falta de confiança em todas as áreas saltou de 26% em 2013 para 35% em 2014 entre os norte-americanos entrevistados. A última pesquisa foi realizada no terceiro trimestre de 2014, mas foi publicada na semana passada. As implicações do estudo podem limitar e, possivelmente, diminuir a expansão de serviços de pagamento móvel e sistemas de carteira eletrônica, como Apple Pay, e o crescimento dos downloads de aplicativos, de acordo com analistas. Fonte: Computerworld

Não perca o curso Rentabilizando Sua Carteira de Clientes

Nesse curso, o professor Fábio Adiron ensina como aproveitar toda informação disponível dentro da sua empresa para incrementar os negócios (aumentar frequência, ticket médio, rentabilidade) com os atuais clientes, bem como identificar onde estão os caminhos mais eficientes para encontrar novos clientes. Fábio é graduado em Comunicação Social e especializado em Marketing pela FAAP e pós-graduado em Economia de Empresas pela FGV, foi responsável pela implantação de Database Marketing no Consórcio Nacional Sharp, NET Brasil e no Grupo Vale Refeição, tendo também trabalhado com planejamento e atendimento de marketing direto na Lowe Loducca e DenisonBrasil. Saiba mais e inscreva-se

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: