Sabe o que você compraria em publicidade digital com o preço de um comercial no Super Bowl? E outras questões

02/02/2015

Katy Perry no show do intervalo do Super Bowl 2015

O Super Bowl deste ano atraiu a maior audiência – aproximadamente 113 milhões de telespectadores – e a maior receita publicitária na história da NFL. A NBC esgotou todos os seus espaços de anúncios do Super Bowl – a US$ 4,5 milhões por um spot de 30 segundos. Analistas acreditam que, curiosamente, esse aumento do valor da publicidade no Super Bowl deve-se à proliferação dos meios digitais. Em uma era de “ad-skipping”, “time-shifting” e um número virtualmente infinito de opções de mídia digital on-demand, esportes – e o Super Bowl, em especial – são uma espécie de último bastião da promessa de que as pessoas vão realmente ver os anúncios de uma marca na TV. Mas, se uma marca pudesse desviar esses 4 milhões e meio de dólares para o digital, seria capaz de conseguir muito mais do que apenas 30 segundos de mídia. Aqui está o que o custo de um anúncio no Super Bowl poderia conseguir online: 3,5 bilhões de impressões de banners, 50 milhões de visualizações de vídeos nos Facebook, 6,4 milhões de cliques em anúncios patrocinados, ocupar as homepages de AOL, Yahoo! e MSN por 3 dias inteiros, ficar nos Trending Topics no Twitter por 22 dias e meio, um ano de exclusividade em um “YouTube star”, uma semana de anúncios no Snapchat, um ano de conteúdo patrocinado no DailyMail.com. O que valeria mais a pena? Fonte: Digiday

Carros conectados criam novo ecossistema baseado na Internet das Coisas

Antigamente, quando você comprava um carro novo, o fabricante tinha muito pouco contato por anos até que era hora de lhe vender outro carro. A Internet das Coisas está mudando tudo isso. O “carro conectado” transforma o veículo propriamente dito em um hub para todo um ecossistema de serviços relacionados que oferecem aos consumidores uma série de benefícios, incluindo o aumento da proteção e da segurança, uma experiência de usuário mais rica e um novo conjunto de ofertas de produtos. Do ponto de vista do fabricante, isso também ajuda a estabelecer um relacionamento com o cliente, bem como gera fluxos de receitas incrementais ao longo da vida do veículo. Em todo o mundo, 23 milhões de carros estão hoje conectados à Internet, e esse número deverá aumentar para 152 milhões. A GM foi a primeira fabricante a usar esse conceito de hub para serviços adicionais, com os serviços de proteção e segurança OnStar. E, desde o ano passado, os novos veículos nos EUA estão equipados com hotspots móveis 4G LTE, com ainda mais serviços prometido no futuro. Outros fabricantes de veículos estão subindo a bordo e adicionando valor agregado aos veículos mais novos com serviços da Internet das Coisas, que vão dos mobile hotspots, como a GM e Audi, a atualizações dos softwares “over-the-air”, plataformas de infotainment e até seguros baseados no uso real do veículo. Fonte: TechCrunch

ANA: anunciantes planejam ‘substancial’ aumento de verbas para publicidade nativa

De acordo com uma pesquisa da Association of National Advertisers (ANA), cerca de 2/3 dos anunciantes preveem aumentar os gastos em publicidade nativa em 2015, e os investimentos totais nessa modalidade deverão atingir US$ 4,3 bilhões, um aumento de 34% em comparação com o ano passado. O relatório, “Advertising Is Going Native”, caracterizou a mudança como “substancial” e explicou que o driver principal é que os anunciantes estão procurando “posicionar a sua mensagem no contexto da experiência do usuário”. A pesquisa ouviu 127 executivos de marketing durante o quarto trimestre de 2014, e abrangeu uma variedade de questões relacionadas com formatos nativos, incluindo orçamento, medição e “questões de divulgação e de ética”. 2/3 dos executivos também concordaram que a publicidade nativa “precisa deixar claro que se trata realmente de publicidade”. Fonte: MediaDailyNews

Já estão abertas as inscrições para o Prêmio ABEMD 2015 de Marketing Direto = Marketing Diálogo. Saiba mais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: