Qual o futuro dos anúncios em vídeo do Facebook? E outras questões

26/01/2015

Embora haja reclamações por criar indefinição entre conteúdo editorial e publicidade, os anúncios nativos tornaram-se uma poderosa ferramenta para os editores rentabilizar os meios digitais e para os anunciantes conseguirem enviar suas mensagens em meio ao ruído atual. E o próximo passo, de acordo com um novo relatório da eMarketer, “Native Video Advertising: Effective, but Still a Work in Progress”, é o vídeo.  A BIA / Kelsey, que vem acompanhando a publicidade nativa dentro das mídias sociais, pelo menos desde 2012, previu recentemente que os investimentos nessa área nos EUA atingirão US$ 18,4 bilhões em 2019, mais de 240,7% a mais do que os US$ 5,4 bilhões de 2014. O Facebook está no centro do ecossistema da publicidade nativa – a maior parte dos US$ 7,9 bilhões em receitas de publicidade nos primeiros nove meses de 2014 vieram de formatos nativos – embora pouco disso tenha vindo de vídeos. Mas isso está prestes a mudar. A empresa já sinalizou um grande impulso em direção à publicidade em vídeo a partir deste ano, e os primeiros sinais estão começando a aparecer nos feeds dos usuários. Em dezembro passado, os anúncios de vídeo no Facebook incluíram um spot de 30 segundos da Ford, um trailer do filme “Mad Max: Furya Road”, e dois comerciais da Verizon Wireless. Fonte: eMarketer

Twitter coloca tradutor do Bing em seus sites e aplicativos

O microblogging anunciou que passou a usar oficialmente o Bing Translator em seu site, nos aplicativos móveis para iOS e Android, e no TweetDeck. Depois que os usuários ativarem a ferramenta, eles verão um pequeno ícone com um globo ao lado dos tweets em diferentes idiomas. A tradução aparece abaixo do tweet original uma vez que o globo é clicado. O Twitter realizou várias experiências com a ferramenta de tradução ao longo dos últimos anos, incluindo a adição do recurso no TweetDeck no início deste mês. O recurso havia sido adicionado também nos aplicativos móveis do Twitter no ano passado, mas mostrou-se pouco confiável e foi discretamente removido alguns meses mais tarde. O anúncio da sexta, 24/1, reconhece que as traduções podem não ser as mais acuradas, por isso vai exibir o texto original acima da versão traduzida (embora isso não seja particularmente útil para pessoas que não sabem ler a linguagem original). A empresa espera que uma ferramenta fácil de tradução ajude os anunciantes fazerem negócio com o Twitter. Fonte: TechCrunch

Redes sociais, métricas digitais, criação, CRM, life time value… Atualize seus conhecimentos para sair da aula aplicando

Estão abertas as inscrições para a 27ª turma do Curso de Especialização em Marketing Direto. Único no Brasil, o curso Especialização em Marketing Direto, realizado pela ABEMD (Associação Brasileira de Marketing Direto), oferece uma visão completa e atualizada de todo o arsenal que compõe o Marketing Direto. Inclusive sobre as novas ferramentas digitais – redes sociais, mobile, email marketing, entre outras. Ideal para quem atua na área e quer se reciclar, como estudantes e profissionais de marketing que necessitam aperfeiçoar seus conhecimentos nessa disciplina fundamental no diálogo com os consumidores. Saiba mais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: