“Novo Facebook” vai sobreviver sem anúncios? TeamViewer 10. Starbucks Delivery. E mais

04/11/2014

A nova rede social Ello ganha participantes exclusivamente por convidados (pelo menos, por enquanto) e comprometeu-se a permanecer livre de anúncios. Para isso, precisa levantar fundos através de um modelo de estilo freemium que permite que os usuários paguem para desbloquear recursos. Alguns especialistas dizem, porém, que isso não será suficiente para manter a rede social à tona. “Muito simplesmente, a viabilidade em longo prazo [de] uma rede social livre de anúncios é uma fantasia”, escreve Mia Pearson, editora do The Globe and Mail. Mais do que um objetivo de negócios, o fundador da Ello, Paul Budnitz, estabeleceu uma missão para a empresa: operar como uma corporação de utilidade pública. Mas o fato é que a rede terá de ser bastante criativa para conseguir gerar as receitas que precisa. E estará na mira de muitas empresas que estarão observando se e como a Ello poderá manter sua promessa de evitar anúncios. Fonte: The Globe and Mail (via Portal Abemd)

TeamViewer lança versão 10 beta de seu software de compartilhamento de informações

A TeamViewer, líder em softwares de colaboração e compartilhamento online, anunciou hoje, 4/11, o lançamento da décima versão do seu software – o TeamViewer 10 beta –  para computadores Windows, Mac e Linux. A mais recente versão possui novas funcionalidades e melhorias que colaboram com empresas de todos os tamanhos a fornecerem uma experiência segura, personalizada e integrada aos usuários em todos os dispositivos, facilitando o compartilhamento de informações. O TeamViewer 10 oferece recursos de controle avançados, permitindo que os administradores de TI apliquem, distribuam e assegurem políticas de ajuste, tudo através do Painel de Gerenciamento da ferramenta. Os usuários podem integrar seus computadores e contatos em outras aplicações, permitindo-lhes sincronizar informações, consultar quando os clientes estão on-line e acessar e gerenciar contatos e ativos dentro de qualquer software. Continue lendo em Zona de Desconforto

Starbucks experimenta sair da loja e ir até o endereço do cliente

Parecia impossível de acontecer alguns anos atrás, mas o fato é que a Starbucks nos EUA está com problemas de vendas e deixando seus investidores preocupados. A empresa está tentando várias saídas para tentar alavancar seus negócios, como a abertura de uma nova linha de cafés premium. Mas a sua maior aposta está na tecnologia móvel e em novas estratégias para aumentar a conveniência do cliente. No segundo semestre de 2015, por exemplo, a Starbucks vai lançar um serviço de entrega de alimentos e bebidas em mercados selecionados. “Imagine a capacidade de criar um pedido permanente no Starbucks, com seu café quente ou gelado entregue em sua mesa diariamente”, disse o CEO Howard Schulz, na quinta passada, 30/10, durante a apresentação dos resultados da empresa. “Esta é a nossa versão de e-commerce em esteroides”. Não foram oferecidos muitos detalhes sobre o programa, com diretor de estratégia Matthew Ryan dizendo que estão nos estágios iniciais e indicando que a empresa está examinando uma série de diferentes opções de como atender aos pedidos. Não vai ser fácil, segundo especialistas. As lojas Starbucks podem ser bastante caóticas durante o horário de rush da manhã e vai ser difícil lidar com uma enxurrada de pedidos antecipados por mobile e as entregas ao mesmo tempo. Além disso, bebidas quentes e geladas não são exatamente feitas sob medida para delivery – e as opções de comida não são tão populares em lojas a ponto de grandes volumes de vendas. A empresa também vai lançar um serviço de pedido e pagamento por celular em Portland, Oregon, em dezembro, que permitirá aos clientes fazer o pedido antecipado e não pegar fila. Este sistema passará a funcionar em todo o país no ano que vem. Fonte: Quartz (via Portal Abemd)

Estudo: um terço dos clientes de restaurantes quer pagar via mobile

Os consumidores estão mais propensos a acessar funções relacionadas com tecnologia em restaurantes do que estavam há dois anos, de acordo com nova pesquisa da National Restaurant Association. Com o aumento de funcionalidades, tais como pedidos via celular, pagamentos móveis e resgates de pontos em smartphones, os restaurantes podem usar o marketing de forma mais eficiente para os consumidores, especialmente millennials que usam dispositivos móveis com mais frequência e que são fundamentais, como outro estudo, da associação Restaurant Innovation Summit, revelou: 90% dos jovens de 18 a 34 anos possuem e usam um dispositivo móvel. “Estamos percebendo que a aceitação das mais recentes opções mobile, como pagamentos e fidelidade, estão crescendo em um ritmo muito rápido”, disse Annika Stensson, gerente sênior de pesquisas da National Restaurant Association. “Um percentual relativamente grande – um terço dos consumidores com mais de 18 – disse que iria pagar por suas refeições via aplicativo móvel se restaurantes oferecerem essa opção”. “Isso é muito significativo, pois as pessoas podem hesitar em adotar novas abordagens quando se envolve dinheiro”. Fonte: MobileCommerceDaily (via Portal Abemd)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: