A Internet das Coisas, novos fatos e estatísticas do Facebook, e mais

29/07/2014

A Internet das Coisas está chegando – você está pronto para ela?

Sony da Noruega está usando displays como mídia de resposta direta. Saiba mais abaixo

Você acha que o debate sobre neutralidade da rede envolve apenas vídeos? É muito mais que isso: envolve toda nossa vida. A conectividade com a Internet pode parecer onipresente hoje, com o uso de PCs, dispositivos móveis e TVs inteligentes, mas há grandes pedaços da vida diária que não estão ligados, mas que, em breve, estarão: casas e carros, por exemplo. É o alerta de um novo relatório da eMarketer, “Key Digital Trends for Midyear 2014: The Internet of Things, Net Neutrality, and Why Marketers Need to Care”. Ao conectar todos os dispositivos, máquinas e sistemas atualmente desconectados, isso irá envolver um grande número de novos objetos habilitados para Internet e grandes somas de dinheiro. Em um mercado relativamente inexplorado, com potencial aparentemente ilimitado, as previsões tendem em direção ao céu. A IDC prevê que o mercado mundial de soluções para a “internet das coisas” (IoT) vai crescer de US$ 1,9 trilhão em 2013, para US$ 7,1 trilhões em 2020. A MarketsandMarkets dá ao mercado IoT uma avaliação mais conservadora: de US$ 1,029 trilhão em 2013 para US$ 1,423 trilhão em 2020. A Gartner prevê um total de 26 bilhões de objetos conectados em todo o mundo até 2020 (um número que não inclui PCs, smartphones e tablets). A IDATE projeta que 80 bilhões de coisas estarão ligadas à Internet em 2020, contra 15 bilhões em 2012. Este valor não inclui PCs, TVs e dispositivos inteligentes – a grande maioria (85%) serão objetos como pneus de carro ou paletes de transporte que podem se comunicar com a web através de um dispositivo intermediário. Dispositivos que se comunicam diretamente, como PCs, TVs e telefones celulares, serão 11% daquele total em 2020. A Cisco Systems prevê que 50 bilhões de coisas estarão conectadas até 2022, rendendo US$ 19 trilhões em novas receitas (US$ 14,4 trilhões dos quais reverterão para as empresas do setor privado). “Não há dúvida de que o mundo está se movendo em direção a um futuro mais conectado, mas a velocidade com que os consumidores e as empresas farão a transição para a internet das coisas ainda está para ser determinado”, disse Noah Elkin, editor executivo da eMarketer. “O momento de adoção irá determinar exatamente quanto dinheiro e quantas coisas estarão envolvidas”.Fonte: eMarketer

Semana que vem começa a nova turma do Curso de Especialização em Marketing Direto da Abemd. Já fez a inscrição (para você ou para alguém de sua equipe)?

A Sony está levando dados para a mídia exterior

 

A publicidade em mídia exterior é uma das mais antigas formas de marketing que existem e sua eficácia pode ser assumida com base em sua longevidade. Em termos de dados concretos, porém, as empresas não conseguem medir muito além de estimar o alcance potencial. Dada a influência da tecnologia sobre o resto do marketing, isso pode estar mudando. “A publicidade exterior tem sido a mesma há muitos anos. É uma indústria que precisa de um pouco de perturbação”, diz Martin Larsen, CMO da empresa de software de publicidade digital Adform. Nessa direção, sua parceria FluxLoop está trabalhando com telas interativas para trazer as vantagens do marketing digital, tais como análise, dados e integração de rich media para a mídia exterior. A Sony Music Entertainment topou o desafio e resolveu experimentar a nova tecnologia. O projeto envolve os lançamentos na Noruega de discos de quatro artistas: Isac Elliot, Justin Timberlake, Miley Cyrus e One Direction. Foram colocados 16 totens em cinemas. Os fãs interagiam, clicando em botões de mídias sociais que geravam downloads e exibições de vídeos. Cerca de 1.138.000 pessoas tiveram a oportunidade de interagir com os displays e 21% viram a campanha. 10% passou mais de 10 segundos visualizando os vídeos, (em média, cada pessoa visualizou um vídeo cerca de 4 vezes). Fonte: DMNews

25 fatos e estatísticas sobre o Facebook em 2014 que você precisa saber

 

Os dados abaixo foram retirados da apresentação de resultados do segundo trimestre de 2014 feito pela própria empresa:

  1. 30 milhões de empresas têm uma página no Facebook.
  2. As páginas de 19 milhões de empresas são otimizadas para celular.
  3. As empresas estão pagando 122% a mais por anúncio no Facebook que faziam apenas um ano atrás.
  4. 1,5 milhão de empresas investem em anúncios no Facebook.
  5. 399 milhões de usuários do Facebook só usam o Facebook no celular.
  6. 829 milhões de pessoas usam o Facebook em uma base diária, um aumento de 802 milhões no último trimestre.
  7. 654 milhões de pessoas usam o Facebook no celular em uma base diária, um aumento de 609 milhões no último trimestre.
  8. 1,32 bilhão de pessoas fazem logon no Facebook pelo menos uma vez a cada mês – 1,28 bilhão no trimestre anterior.
  9. 63% dos usuários do Facebook acessam diariamente.
  10. 1,07 bilhão de pessoas usam o Facebook em seu dispositivo móvel a cada mês –  1,01 bilhões no trimestre anterior.
  11. O usuário médio do Facebook gasta 40 minutos por dia na plataforma.
  12. 12 bilhões de mensagens são enviadas por dia através do Facebook.
  13. O Facebook Messenger é utilizado por 250 milhões de pessoas a cada mês.
  14. O Instagram é usado por 200 milhões de pessoas a cada mês.
  15. As empresas gastaram 2,66 bilhões de dólares em publicidade no Facebook – 2,27 bilhões dólares no trimestre anterior.
  16. A receita de publicidade móvel representou 62% das receitas de publicidade durante o segundo trimestre de 2014, um aumento de 41% em relação ao mesmo período do ano anterior.
  17. Os usuários do Facebook compraram 234 milhões de dólares de dólares de bens virtuais e presentes no Facebook durante o último trimestre.
  18. O engajamento no Facebook superou 1 bilhão durante a Copa do Mundo.
  19. Duas vezes mais pessoas agora assistem a vídeos no feed do Facebook em comparação com apenas seis meses atrás.
  20. A maior parte da (US$ 1.175B) da receita do Facebook vem dos EUA e Canadá com a Europa em um segundo lugar (US$ 757 milhões).
  21. O Facebook fez uma média de 6,44 dólares com os usuários norte-americanos e canadenses no segundo trimestre em comparação com US$ 0,86 no resto do mundo (receita total dividida pela base total de usuários).
  22. O Facebook fez um lucro líquido de US$ 1,39 bilhão durante o segundo trimestre de 2014.
  23. As pessoas realizam 1 bilhão de buscas por dia no Facebook.
  24. De 12 de junho a 13 julho, 350 milhões de pessoas participaram de conversas relacionadas com a Copa do Mundo no Facebook, gerando 3 bilhões de interações (posts, comentários e curtir).
  25. 80% dos principais aplicativos de iOS e Android usam o Facebook para Login.

Fonte: JeffBullas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: