Inovação no centro do seu negócio: as novidades do CA Expo 2014. E mais

20/05/2014

Mais de 30 empresas de tecnologia apresentaram novidades na CA Expo 2014

Foto: Captura de informação através de um poken

Novidades tecnológicas até na forma de capturar informações: a mão do blogueiro usando um “poken” para coletar conteúdos

A CA Technologies promoveu hoje, 20 de maio, a terceira edição da CA Expo no Brasil com uma intensa programação com o tema “Inovação no centro do seu negócio”. Mais de 30 empresas apresentaram as últimas novidades em serviços e soluções tecnológicas. A HSM Management, por exemplo, apresentou o HSM Experience, nova plataforma digital que reúne em um único local os principais conteúdos de gestão e negócios reunidos nos últimos 27 anos pela empresa. No site http://www.hsmexperience.com.br é possível consultar, compartilhar e comentar artigos, entrevistas, palestras e vídeos com conteúdos resumidos dos principais especialistas do management do mundo. Já o foco da Sonda IT, maior companhia latino-americana de Tecnologia da Informação, foi apresentar para os CIOs, CFOs e CEOs que participaram do evento uma proposta unificada do seu novo portfólio de soluções, que soma as tecnologias da CA, como é o caso da estrutura do seu Service Desk e também do seu Centro de Operações de Rede (NOC) na qual passou a oferecer às empresas um amplo monitoramento e administração de todos os ambientes de TI, realizado por meios da ferramenta CA Infrastucture Manager.

Pesquisa revela onde profissionais concentram esforços de mídias sociais

O site Social Media Examiner acaba de publicar seu sexto estudo anual sobre o estado da arte das mídias sociais. Este ano foram entrevistados 2.800 profissionais de marketing  que revelaram onde concentram suas atividades, quais táticas são mais efetivas e que papel o conteúdo representa em suas estratégias. Entre as descobertas do estudo, destaca-se o alto valor que esse profissionais dedicam às mídias sociais – 92% acredita que são importantes para seus negócios (83% em 2013). Outros destaques: táticas e engajamento são as principais áreas que os profissionais desejam dominar (89% querem aprender mais), blogging está em primeiros lugar nos planos futuros (68% pensa em aumentar o uso de blogs), o Google+ está em evidência (54% utiliza, 61% pretende aumentar o uso), assim como podcasting (atualmente, apenas 6% usa, mas 21% planeja usar em 2014), Facebook e LinkedIn são as plataformas mais importantes (mas quando solicitados a indicar apenas uma, Facebook foi a vencedora), mas os profissionais não estão certos sobre a eficácia. Fonte: SocialMediaExaminer

Mau serviço ao consumidor leva empresas europeias a perder até US$ 1,25 milhão/ano

Menos de 20 % das empresas no mundo estão oferecendo o nível de serviço que seus clientes esperam, de acordo com um novo estudo da Avaya. A pesquisa sugere que as empresas europeias estão atrás das asiáticas e americanas quando se trata de fechar a lacuna entre as expectativas dos clientes e do serviço que prestam e, como resultado, estão perdendo o aumento potencial de lucro. Apesar de a pesquisa encontrar uma correlação firme entre as iniciativas de serviço ao cliente e o aumento dos lucros, as empresas não estão aperfeiçoando seus programas com rapidez suficiente para manter os consumidores satisfeitos. Alguns dados da pesquisa:  81 % das empresas com sólidas iniciativas de clientes viram significativos aumentos de lucro nos últimos 12 meses; 92% dos consumidores do Reino Unido e 61% dos alemães preferem gastar dinheiro com organizações onde é mais fácil de comprar. Na mão inversa, menos de um quinto dos gestores britânicos e alemães acreditam que a dificuldade do cliente impacta significativamente em satisfação e retenção, enquanto que apenas 40 % dos gestores do Reino Unido e 30% dos gestores alemães têm iniciativas para reduzir a dificuldade do cliente. Além de perder dinheiro, as iniciativas mal sucedidas levam a que empresas percam a satisfação do cliente (68%), a fidelidade (64%), a retenção (59%) e a repetição de compra (56%), em comparação com empresas com sólidos programas de satisfação do cliente. Fonte: TheRetailBulletin 

O que as empresas precisam considerar antes de levar seu marketing para a nuvem

Algumas empresas estão hesitantes em usar softwares de marketing baseados na nuvem, devido a uma percepção de menor segurança e aos problema dos custos e do tempo necessário para mudar os softwares e os registros dos clientes dos servidores locais. Mas aquelas que já começaram a experimentar as “cloud solutions” estão registrandos aumento de eficiência, assim como redução dos custos de software, acesso em qualquer lugar e atualizações automáticas. “Faz todo sentido basear na nuvem conjuntos de ferramentas de marketing –  especialmente aqueles que precisam interagir com canais digitais”, disse Mark Yolton, vice-presidente da área de digital da Cisco. Se a força de trabalho de uma empresa passa muito tempo na estrada, por exemplo, o software na nuvem tem a vantagem de poder ser acessado de qualquer lugar. “Eu não posso nem imaginar como iria acompanhar minhas campanhas se eu tivesse que consultar bancos de dados nos servidores da empresa”, disse Michael Lazerow, CMO da Salesforce. Kevin Akeroyd, gerente geral da Oracle Marketing Cloud, disse que nuvem vs software local não é uma proposição excludente. “É uma estratégia de extensão naquilo que faz sentido”, disse ele. Fonte: AdvertisingAge

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: