Zuckerberg errou a mão? Twitter+TV=sucesso? E outras questões

01/04/2014

Gigantismo do Facebook começa a afetar sua visão de negócios?

Mark Zuckerberg sempre seguiu seus próprios instintos ao tomar decisões sobre a empresa que ele fundou há 10 anos. Mas alguns eventos da semana passada estão levando algumas pessoas a se perguntarem se o sucesso não teria finalmente subido à sua cabeça. Um deles foi a compra da Oculus VR, uma start-up que passou anos desenvolvendo um headset de realidade virtual que ainda está longe de estar pronta para o lançamento público, por 2 bilhões de dólares. Segundo algumas fontes, o negócio foi decidido em um tempo curto demais para tanto dinheiro. O resultado imediato foi uma queda de 7% no valor das ações do Facebook, com investidores e analistas questionando a sabedoria de Mr. Zuckerberg ao gastar tanto na compra de um produto que vai continuar virtual por mais um ano ou mais. Mas o fato é que Mark tem controle sobre a companhia e pode simplesmente ignorar Wall Street enquanto persegue sua visão de futuro da empresa. Mais intrigante, porém, foi a reação antipática da empresa ao anúncio do Eat24, um delivery de comida online, que resolveu encerrar a sua página do Facebook na segunda-feira, 31/3, e na quinta, 27/3, anunciou isso no blog da empresa, com uma engraçada “carta de rompimento”,breakup letter to Facebook (http://blog.eat24hours.com/breakup-letter-to-facebook-from-eat24/). A rede de deliveries contou na carta todas as razões que estão levando as marcas a ficarem descontentes com o Facebook. A maior queixa: o Facebook mudou seus algoritmos ao longo dos últimos dois anos para destacar mais mensagens de indivíduos e esconder posts de marcas – a não ser, é claro, que a marca queira pagar por anúncios para promover suas mensagens. “Verdade seja dita”, diz a carta, “suas ações nos dão a impressão que você não nos respeita. Talvez você pense que os nossos textos bem humorados e os nossos memes surgem do nada, mas nós gastamos muito tempo tentando fazer as pessoas felizes.” E espicaçam mais: “O que você faz em troca? Você os pega e os esconde de todos os nossos amigos.” Um porta-voz do Facebook, Brandon McCormick, postou uma resposta na página do Facebook da Eat24 essencialmente dizendo para a empresa para não bater a porta com muita força na saída. “Nós costumávamos amar suas piadas sobre tacquitos e 420, mas agora elas não parecem tão engraçadas”, escreveu ele. Em longo prazo, a saída da Eat24 não vai fazer muita diferença. A empresa de pesquisa eMarketer projeta que o Facebook tenha uma receita publicitária digital de US$ 10,75 bi este ano, o que representa 7,82% do mercado global, acima dos 5,83% do ano passado. Na arena mobile, que está tendo um crescimento acelerado, estima-se que o Facebook fique com 21,7% da receita mundial de publicidade digital em 2014, acima dos 17,5% do ano passado. Mas as preocupações da Eat24 ecoam as de outras empresas, que se queixam de que o Facebook continua a mudar as regras sobre como as marcas podem usar o serviço para obter a sua mensagem. Nate Elliott, analista da Forrester, escreveu este mês: “Todos os dias eu falo com marcas que estão desiludidas com o Facebook e agora estão colocando suas apostas em outros sites sociais”. Fonte: TheNewYorkTimes/Bits

Receita do Twitter cresce mais com operações casadas de TV

Em 2013, o crescimento do número de usuários do Twitter desacelerou dramaticamente. Em compensação, a receita publicitária e as métricas de engajamento dispararam. Segundo um novo relatório do site eMarketer, Advertising on Twitter: Unique Opportunities Outweigh Slowing User Growth, os anunciantes citam três razões por que estão aumentando os investimentos no Twitter: “tie-ins”, ou seja, operações casadas, da rede social com a TV, a sua natureza de funcionar em tempo real e o interesse em participar ativamente das soluções criativas. Outros desenvolvimentos que irão conduzir o crescimento este ano incluem análises aperfeiçoadas, mais ofertas de anúncios para os mercados internacionais e mais produtos de publicidade nas áreas de resposta direta e comércio eletrônico. O Twitter passou a maior parte de 2013 consolidando suas conexões com a TV. O microblogging lançou, junto com a Nielsen, um novo ranking para medir conversas relacionadas com TV no Twitter, criou novas oportunidades de anúncios de vídeo com Amplify e reforçou sua associação com eventos de TV de alto perfil, como o Super Bowl, Grammys e Oscar. Essas conexões do Twitter com a TV são benéficas para ambos. Os executivos de TV sabem que muitas pessoas multitarefas usam seus dispositivos móveis enquanto assistem TV. Menções do Twitter no ar geram conversas sobre o que está na TV e ajudam a manter a audiência. Em dezembro de 2013, em uma enquete da RBC e do Advertising Age, 22% dos profissionais de publicidade americanos disseram que tinham comprado anúncios no Twitter em conjunto com uma campanha publicitária de televisão. Considerando-se que programas como Amplify têm menos de um ano de idade, isso constitui um movimento bastante positivo.Fonte: eMarketer

Novas métricas do LinkedIn transformam todo funcionário em profissional de marketing

Toda empresa está sentada sobre uma arma secreta de mídias sociais – seus funcionários. E já surgem diversas ferramentas que facilitam o uso desse exército. Na semana passada, o LinkedIn lançou uma nova métrica que mede o desempenho do conteúdo do site – Content Marketing Score – e os funcionários são fundamentais para elevar a pontuação: quanto mais eles postarem melhor será o score da empresa. Segundo um executivo do LinkedIn contou ao Adweek, a rede agora pode medir a influência dos funcionários. A nova métrica ajuda as marcas e as empresas a compartilhar conteúdo que tem melhor chance de ser visto na plataforma, e medir o quão bem a sua mensagem está se saindo em comparação com a dos rivais. A atividade dos funcionários é apenas uma parte da pontuação do conteúdo, que também acompanha quantas vezes a marca posta e o alcance e o engajamento das mensagens. Essa pontuação é o mais recente recurso do LinkedIn para incentivar marcas, empresas e executivos dentro das organizações a postar mais na plataforma, que agora tem mais de 200 milhões de usuários. Fonte: Adweek

Festa do 20º Prêmio ABEMD 2013 é dia 13 de maio

A festa do 20º Prêmio ABEMD 2014 já tem data marcada! O maior evento do Marketing Direto = Marketing Diálogo nacional acontece na noite do dia 13 de maio, terça-feira, no HSBC Brasil, em São Paulo, ocasião em que receberão troféus ouro, prata e bronze, os cases vencedores. Além deles, serão revelados os premiados como Agência do Ano, Criação, Melhor dos Melhores e Hall of Fame. Anote na agenda: 13/05/14, a partir das 18h30, no HSBC Brasi, R. Bragança Paulista, 1.281 Chácara Santo Antônio – SP. Reserve seu lugar através do e-mail premio@abemd.org.br. Para conhecer os finalistas, clique aqui

Fonte: Portal Abemd 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: