Ashton Kutcher, Mark Zuckerberg investem em inteligência artificial, e mais

27/03/2014

Startup de inteligência artificial recebe mais de 40 milhões em investimentos

Certamente ainda não dá para comparar com Minority Report, mas pode-se dizer que Hollywood está de olho. Ashton Kutcher é um dos investidores na startup de inteligência artificial Vicarious, que está focada em replicar as capacidades do neocortex humano. “Nós dizemos aos investidores que, no momento atual, os seres humanos estão fazendo uma série de coisas que logo os computadores serão capazes de fazer”, disse o co-fundador Scott Phoenix. Mark Zuckerberg também foi um dos convencidos – ele investiu pessoalmente,

enquanto Kutcher o fez através do seu fundo de investimentos. A Vicarious tem 10 funcionários e, no ano passado, criou tecnologia para resolver queries de captcha. Em relação a natureza da tecnologia que está desenvolvendo, no entanto, a empresa tem mantido as informações de forma bem secreta. O total de investimentos já alcançou US$ 51, milhões. Fonte: TechCrunch (via Portal Abemd)

Estudo: os 6 tipos de consumidores de conteúdo B2B

 

Muita gente fala na importância crescente do marketing de conteúdo, principalmente quando se trata de B2B. Poucas empresas, porém, consegue gerar e publicar conteúdo que, ao mesmo tempo, tenha credibilidade e que as pessoas queiram realmente consumir. Segundo Liz Miller, vice-presidente sênior de marketing da CMO Council, a saída é copiar os profissionais. “Ao adotar essa crença em marketing de conteúdo, as empresas precisam também trazer para o jogo o rigor dos editores profissionais.” Começando por entender o público. O CMO Council e a Netline Corporation patrocinaram um estudo com 352 compradores da área de B2B e descobriram que há seis tipos de consumidores de conteúdo entre as empresas compradoras: Grazers/Sharers (32% dos respondentes) pesquisam, consomem e sumarizam conteúdos com o objetivo de compartilhar a inteligência resultante com os colegas; Hunters/Gatherers (10%) pesquisam e identificam conteúdo relevante, mas raramente se envolvem com ele; Critical Contributors (25%) são mais estratégicos do que pesquisadores e influenciam na aquisição; Informed Influencers (4%) são fãs de infográficos e pictogramas, suas opiniões são muito respeitadas; Decision Drivers (23%) são tomadores de decisão e buscam conteúdo que as apoiem; e Authority Leaders (6%) são os que fazem as ligações. O quadro fica ainda mais complicado pelo fato de que existem três métodos vigentes de compartilhamento de conteúdo dentro de suas organizações. 35% das empresas pesquisadas usam sistemas de gerenciamento de conteúdo “middle-out” em que os executivos responsáveis só tomam as decisões após a aprovação da alta gerência. Em 30% das empresas, o sistema é “bottom-up”: o conteúdo é filtrado pela média gerência e executivos júnior. O restante funciona no formato “top-down”. Fonte: DMNews (via Portal Abemd)

Mais de 8 em cada 10 viajantes com 50 anos ou mais pesquisaram e reservaram online, afirma estudo

A eMarketer estima que 58,7 milhões de consumidores norte-americanos com idades entre 55 anos ou mais vão usar a internet este ano, o que representa 69% dessa faixa etária e 23,3% dos usuários de internet. Na medida em que o uso da internet torna-se mais comum entre os idosos, eles estão se dirigindo para o mundo digital para executar muitas tarefas, incluindo os relacionados com a viagem.  Um estudo de outubro de 2013 realizado pela AARP, uma ONG voltada a melhorar a qualidade de vida dos idosos, constatou que 83% dos consumidores com 50 anos ou mais usaram sites para fazer reservas e 84% para planejar viagens de lazer. Sites de hotéis e companhias aéreas foram os mais populares para planejamento e reserva de viagens. Cerca de dois terços dos entrevistados citaram sites como recursos de planejamento, e cerca de três em cada cinco disseram que usaram para reserva.Fonte: eMarketer (via Portal Abemd)

Axis lança versão 4.0 do software de videomonitoramento Axis Camera Station

A Axis Communications, empresa global criadora da câmera IP e líder em videomonitoramento, acaba de lançar a versão 4.0 do Axis Camera Station – uma solução para monitoramento e gravação de vídeo para pequenas e médias instalações de câmeras de rede e codificadores de vídeo Axis. A versão 4.0 combina fácil instalação e uma nova interface de usuário intuitiva com configurações poderosas. Com este lançamento, a Axis simplifica a instalação e fornece uma interface mais simples para uma melhor experiência do sistema. A nova versão está disponível para download em: http://www.axis.com/products/cam_station_software/index.htm. Ela inclui um assistente de configuração com câmera automática que guia o usuário através de cada passo do processo de instalação. Isso permite ao sistema ser instalado e executado em minutos. A interface do usuário com o software foi redesenhada com foco na facilidade de uso para as operações-chave, tais como a navegação Live View, configurações de eventos e pesquisa de vídeo. Com a versão 4.0, a Axis apresenta a função de Busca Inteligente Estendida. Basta definir uma área de interesse e, então, o usuário pode pesquisar através de grandes quantidades de vídeo HD em segundos para rápida pesquisa e recuperação de evidências. Na prática, o software permite ao usuário iniciar uma busca a partir do exato momento em que houve alguma alteração na área do vídeo delimitada. Isso reduz o tempo de investigação e facilita a solução de ocorrências. O software também permite ao usuário maximizar as câmeras em rede da Axis e suas capacidades, tais como a gravação em geral 360° com de-warp, visualização de múltiplos streams, Axis Corridor Format, compressão H.264 e detecção de movimento pela própria câmera, permitindo identificação mesmo se a largura de banda e o armazenamento forem limitados. O servidor de 64 bits e arquitetura de cliente possibilitam maior desempenho e robustez. O replay instantâneo permite ao operador navegar ao vivo para reproduzir o mesmo efeito novamente e os eventos podem ser acionados manualmente e usados para, por exemplo, abrir e fechar portas ou ligar e desligar luzes. Fonte: Fundamento Comunicação Corporativa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: