Varejo online vai crescer 15% no final de ano, e outras informações

08/10/2013

NRF projeta 15% de crescimento nas compras online deste final de ano

Apple compra Cue e prepara-se para concorrer com Google Now. Leia abaixo

O varejo online está pronto para mais um final de ano com crescimento na casa dos dois dígitos, de acordo com a nova previsão da National Retail Federation. A unidade de comércio eletrônico da NRF, Shop.org, projeta que os gastos online, em novembro e dezembro vão aumentar entre 13 por cento e 15 por cento, chegando a 82 bilhões dólares. Caso essa previsão se concretize, os ganhos nesta temporada estarão mais ou menos em linha com o quarto trimestre de 2012, quando as vendas online aumentaram 15,5%, de acordo com o Departamento de Comércio do governo americano. No ano passado, a NRF estimou que as vendas online durante a temporada de final de ano iria aumentar em 12 por cento. A comparação só não é perfeita, porque os números do órgão governamental incluem as vendas do mês de outubro, enquanto a previsão da NRF é limitada a novembro e dezembro. Portal Abemd

Axis Communications ministra seminário para fabricantes de software sul-americanos

Nos próximos dias 14 e 16 de outubro, a Axis Communications, empresa global criadora da câmera IP e líder em videomonitoramento, irá oferecer o seminário ADP Tech Day em duas edições: uma no Brasil, em São Paulo (14/10) e outra na Argentina, em Buenos Aires (16). O evento é direcionado para desenvolvedores de software locais que queiram atuar no mercado de segurança eletrônica ou aperfeiçoar os módulos já oferecidos.

O objetivo do ADP Tech Day é apresentar ferramentas úteis para a criação de novas integrações e funcionalidades entre os softwares e os produtos de videomonitoramento IP da empresa. Com conteúdo técnico, o programa ajuda os desenvolvedores a atender às atuais e futuras demandas de mercado relacionadas a soluções de videomonitoramento.

O evento, bem como o programa de Parceiros de Software da Axis, é aberto a desenvolvedores de aplicativos de software que queiram agregar videomonitoramento IP da Axis Communication a suas soluções. Qualquer empresa que atualmente ofereça software para outras finalidades pode se inscrever no programa de parceiros da Axis e participar de capacitações para o desenvolvimento de módulos de videomonitoramento complementares a suas soluções de data center, ERP, Business Intelligence para análise do perfil do consumidor ou aplicações para otimizar processos industriais, por exemplo.

Informações: 14/10 – Axis ADP Tech Day Brasil, Horário: 10h às 16h, Local: Rua Mário Amaral, 172, 13º andar, Paraíso, São Paulo. 16/10 – Axis ADP Tech Day Argentina, Horário: 10h às 16h, Local: Novotel Buenos Aires, Av. Corrientes, 1334.  Para se inscrever no programa e poder participar dos eventos, basta acessar o link www.axis.com/pt/partner/adp_php_partner_form.php.

Apple compra empresa de aplicativos para competir com Google Now

De acordo com sites como AppleInsider e TechCrunch, a Apple acaba de comprar Cue, um serviço de assistente pessoal com mais do que algumas semelhanças com o Google Now. A notícia da aquisição (que, de acordo com várias fontes, vai custar algo entre US $ 35 e $ 60 milhões) ocorre imediatamente em seguida ao fechamento do serviço (algo bem ao estilo da Apple) – os dados de todos os usuários foram deletados e clientes que optaram pelo serviço premium da Cue poderão solicitar reembolso através das lojas iTunes. O aplicativo da Cue, que já foi chamada de Greplin, ao ser aberto, pode extrair dados do Gmail, do Facebook, do Twitter e de outros serviços, organizar esses dados e apresentá-los como uma lista unificada de informações relevantes. Usuários do Android com o Google Now ativado já desfrutam de semelhante funcionalidade – o Google Now, por exemplo, rastreia dinamicamente bagagens e mostra-lhe o status dos voos. Com a compra de Cue pela Apple, não será surpresa ver a Siri fazendo os mesmos tipos de tarefas no futuro. Portal Abemd

Facebook informou que a publicidade finalmente está chegando ao Instagram

Quinta-feira passada, 3/10, o Facebook anunciou que os anunciantes poderão começar a utilizar o Instagram. O aplicativo de compartilhamento de fotos, ainda que seja atualmente o mais popular que existe e sua compra ter custado 1 bilhão de dólares, ainda não gerou nenhuma receita para o Facebook. Mas a rede-mãe pretende ser cautelosa. Segundo um porta-voz não identificado, a ideia é incorporar o feedback dos usuários na implantação. “Ver imagens e vídeos de marcas que você não segue é algo novo e, por isso, vamos começar devagar. Iremos nos concentrar em fornecer um pequeno número de belas fotos e vídeos de alta qualidade de um número pequeno de marcas”, disse o porta-voz disse. Portal Abemd

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: