Mídia impressa está deixando leitores para trás? E outras questões

17/09/2013

Análise: veículos impressos que estão mudando para mobile precisam se lembrar de trazer os leitores junto

O ex-prefeito de Curitiba, Jaime Lerner, orientou as pessoas a usarem menos os seus carros.

O ex-prefeito de Curitiba, Jaime Lerner, participou do 1º Encontro de Mobilidade Urbana Sustentável. Leia abaixo

Um número cada vez maior de jornais e revistas está oferecendo versões móveis. Mas, na pressa de fazer isso, eles podem estar comprometendo as relações vitais com os leitores, afirma Cezary Pietrzak, diretor de marketing da Appboy, plataforma de integração de web, mobile e social. O fato é que assinaturas digitais ainda representam apenas 3,3% do total da circulação desses veículos. Felizmente, continua, existem remédios, inclusive coisas simples como prestar mais atenção a como os leitores realizam suas experiências com aplicativos e ser mais sensível à forma como acessam conteúdos no celular. Para que essa migração para o mundo digital seja bem sucedida, jornais e revistas precisam parar de “empurrar” vendas e começar a se relacionar melhor. Uma atitude centrada no cliente, alerta ele, não só trará resultados em curto prazo, mas também irá lançar as bases para o sucesso em longo prazo. Portal Abemd

Como desfazer o gap entre CRM tradicional e Mídia Digital

A ABEMD decidiu promover em sua sede na manhã no dia 08 de outubro o curso “CRM no Mundo Digital do Big Data”, com Eduardo Ramalho, conselheiro e diretor de CRM/Database Marketing da ABEMD e presidente da Acxiom Brasil. Ramalho tem extensa carreira acadêmica e no Marketing Direto, com passagens por grandes empresas do setor, nas quais desenvolveu e implantou projetos de CRM, além de ter defendido a primeira tese de doutorado sobre Marketing Direto. Ele vai colocar toda sua experiência e conhecimento para mostrar aos participantes como desfazer o gap entre CRM tradicional e mídia digital, conectando os momentos de vida do consumidor em uma experiência de consumo arrebatadora, capaz de impactar efetivamente os negócios da empresa, e abordar temas como princípios básicos do Big Data; as diferenças do modelo tradicional de CRM e comunicação digital; integração de dados on e offline; realtime marketing, entre outros. Para Inscrições e informações, ligue (11) 3129-3001 ou mande um e-mail para eventos@abemd.org.br

Google e eBay testam serviços de entrega no mesmo dia

Cinco meses depois que o Google revelou que estava experimentando entregar tudo, desde lençóis de cama da Target a jeans da American Eagle, em regiões da baía de San Francisco, a empresa está se preparando para expandir o serviço de entrega no mesmo dia para mais clientes dessa região. O Google Shopping Express irá aumentar a pressão sobre empresas como a eBay que estão investindo em seus próprios programas de entrega no mesmo dia e promover uma corrida acirrada entre esses gigantes da tecnologia. O Google e a eBay estão pulando para o trem do varejo físico, um setor hipercompetitivo, com o objetivo de conter o ímpeto da Amazon.com, o colosso do varejo eletrônico que está avançando com seus próprios testes de entrega no mesmo dia. Ao oferecer seus serviços para varejistas que lutam para capturar consumidores que compram de tudo online, de carros a papel higiênico, e quer que a entrega chegue à sua porta da frente em questão de horas, Google e eBay podem manter fora do alcance da Amazon um dos poucos mercados de varejo que ela ainda não ocupou. Leia também: Estudo: 90% dos consumidores ingleses fazem uso regular de cartões de fidelidade, e outras notícias do mercado de Marketing Direto = Marketing Diálogo no Portal Abemd

“Quer ajudar o meio ambiente? Use menos o seu automóvel”, orienta especialista

Responsável por boa parte das obras de desenvolvimento urbano e sustentável do Paraná, o ex-prefeito de Curitiba, ex-governador paranaense e arquiteto Jaime Lerner orientou as pessoas a usarem menos os seus carros e apontou os principais desafios a serem vencidos para transformar a mobilidade nos grandes centros urbanos. “Quer ajudar o meio ambiente? Use menos o seu automóvel”, afirmou o especialista durante um evento, em que também ressaltou a importância do uso de diferentes meios de transporte para reforçar a sustentabilidade e a convivência entre as pessoas.

“A resposta da mobilidade não é ou o carro ou o metrô. Na verdade, a estratégia é buscar meios inteligentes e integrados”, declarou Lerner durante o 1º Encontro de Mobilidade Urbana Sustentável, realizado na última terça-feira (10), em São Paulo. O especialista também destacou que um dos principais desafios para a mobilidade nas metrópoles é a distância entre a moradia das pessoas, o trabalho e os pontos de lazer e interesses.

Ao longo do evento, Lerner, que participou ativamente do planejamento da estrutura de mobilidade urbana sustentável de Curitiba, relembrou os efeitos negativos causados pelo trânsito, sobretudo pelo uso de automóveis, recentemente considerados como a pior e mais cara alternativa de transporte na capital paulista. Mas, para o arquiteto, só vai reduzir o número de carros quando o transporte público for atraente para a sociedade. “Ninguém vai mudar de modal se a alternativa não for melhor. Ninguém muda para pior”, acredita Lerner, que estipulou, ainda, que o custo de implantação de 12 mil quilômetros de linhas do sistema BRT (Bus Rapid Transit) em São Paulo demandaria cerca de R$ 60 bilhões.

Leia mais em CicloVivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: