Privacidade: Mark prova do próprio veneno? O fim do Cidade Limpa? E outras questões

28/12/2012

Privacidade: Zuckerberg provando do seu próprio veneno?

zuckerberg_family_poke-380x285Se você faz parte do grupo de pessoas que desconfiam das intenções de Mr. Mark Zuckerberg  em relação à privacidade dos mais de um bilhão de usuários do Facebook, esta notícia vai interessá-lo. No mínimo, pela ironia.  Ocorre que Randi Zuckerberg, irmã dele, foi envolvida em uma controvérsia sobre o tema privacidade online depois que uma foto que ela postou privadamente na rede do irmão foi compartilhada através do Twitter. Continue lendo em A Zona de Desconforto

Facebook cria app para desejar Feliz Ano Novo

Mantendo o foco do noticiário na “famiglia zuckerberg”,o site All Facebook informa que a rede social acaba de lançar o aplicativo Midnight Message Delivery  (em inglês, “Entrega de Mensagens à Meia Noite) para os usuários que desejarem enviar felicitações aos seus amigos durante a virada do Ano Novo. A ideia é que os internautas não tenham que deixar suas comemorações de lado para usar o computador ou o celular, já que as mensagens são escritas antes e programadas para serem enviadas via inbox à meia noite do dia 1º. Adnews

Volta da publicidade significa o fim do Cidade Limpa?

12362400Matéria publicada hoje, 27/12,  na Folha de São Paulo fala da propaganda que voltou às ruas de São Paulo. O primeiro equipamento publicitário é um abrigo do ponto de ônibus ao lado do Theatro Municipal, o primeiro dos 7.500 nos quais a publicidade será permitida. A instalação é responsabilidade do consórcio Pra SP,  formado pela Odebrecht, TV Bandeirantes, Kalitera Engenharia e o grupo Ruas, dono também de empresas de ônibus, e que venceu a licitação em outubro – o consórcio pagará R$ 167 milhões à prefeitura, 40 milhões dos quais serão depositados até fevereiro. Continue lendo em A Zona de Desconforto

10 “micos” de tecnologia em 2012 incluem mapas da Apple e confusão do Instagram

Matéria do iG mostra que as empresas de tecnologia tiveram um ano farto em lançamentos, principalmente no mercado de smartphones e tablets, mas também cometeram alguns deslizes durante o ano de 2012. Se em alguns casos a empresa cometeu um erro inocente – como a divulgação do preço errado do Windows 8 no Brasil no dia do lançamento mundial do produto – outras tiveram objetivos diferentes – como a exibição de um vídeo falso pela Nokia ao lançar o Lumia 920. Eis os principais “micos” listados pelo site: Windows 8 com preço errado no lançamento, “jeitinho” do Google para burlar as configurações de privacidade do Safari, chuva danifica instalações do Campus Party, crise do Blackberry, fraude em comercial do Nokia, mapas errados do Apple Maps, coleta indevida do Street View, roubo de senhas no LinkedIn, fotos (não) excluídas do Facebook e política para venda de fotos do Instagram. Leia em mais detalhes no site do iG — e não deixe de participar da enquete em nossa página no Facebook: Qual foi o pior “mico” de tecnologia de 2012?

Quais os 20 maiores grupos de varejo do Brasil?

O Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo (Ibevar) divulgou no início do mês ranking com os 100 maiores grupos de varejo do país. No total, estas empresas faturaram 260,353 bilhões de reais em 2011 — 225 bilhões no ano anterior. O Grupo Pão de Açúcar encabeça a lista, tendo faturado quase o dobro do segundo colocado, o Carrefour, em 2011 – R$ 46,5 bilhões. Continue lendo em A Zona de Desconforto

Reclamações sobre atraso na entrega voltam a crescer em 2012

O atraso na entrega voltou a ser a principal reclamação para consumidores que escolheram fazer suas compras de Natal na Internet neste ano de 2012. Depois de um declínio neste tipo de reclamação, registrado no mesmo período de 2011 em relação ao desastroso Natal de 2010, a taxa de reclamações de atraso na entrega apresentou novo crescimento. A informação é do portal  ReclameAQUI, que acompanhou 75.767 compras, das quais 35.754 foram avaliadas na íntegra por seus consumidores no período de 01 de novembro a 24 de dezembro de 2012.

Os 35.754 acompanhamentos de compras avaliados, são relativos a 2976 lojas virtuais cadastradas no portal. Ainda segundo o mesmo levantamento, 39% dos consumidores brasileiros procuram exclusivamente por preço na hora de realizar a compra pela internet — em 2011 foram 52%. 27% dos consumidores já compram pela reputação da loja, ficando a frente do prazo de entrega e do prazo de pagamento — no ano passado aquele numero era de 17%.

Os consumidores que optaram apenas pelo preço tiveram dificuldade em receber o produto em 43,7% dos casos. O  índice de dificuldade do consumidor que optou pela confiança na loja ficou em torno de 14,7%.

O atraso na entrega ainda foi o fator de mais reclamações durante todo o ano de 2012. De acordo com o presidente do ReclameAQUI, Maurício Vargas, o número de reclamações não aponta para uma crise do setor, mas é preocupante.

Fonte: 4Press Comunicação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: